segunda-feira, 13 de julho de 2009

Tenho muitas coisas a dizer, mais por hoje só falarei do meu Rei Ricardo.

Há 6 anos atrás a esta hora nem imaginava que meu gatão branquelo e no momento banguelo chegaria , é certo que eu estava incomodada que nada estava lá muito confortável...

Mas eu imaginava que um, trabalho de parto fosse mais perceptível.
Modos que , a doida aqui, foi pro shopping bater perna e procurar as lembrancinhas pro moleque que era só esperado pra inicio de Agosto data provável 8 de Agosto.

Tô eu lá no andando pra cá e pra lá e não decidia o que queria mais sabia que queria levar pra casa na mesma hora - acho que era intuição que não daria pra esperar a lembrança ficar pronta.

Foi me dando uma coisa estranha um tal de minha barriga endurecer de uma maneira estranha mais não doía nada ...
pra minha irmã que já tinha tido bebê , ele fez cara de paisagem e me pediu pra avisar quando acontecesse de novo. Assim como quem não quer nada .

Eu bocô nem ai pro assunto fui avisando ... e não era que ela estava marcando de quanto em quanto tempo isso acontecia . E nem tinha me falado que estava suspeitando da chegada do espetaculoso do meu filhote.

E de repente deu faniquito do povo ir embora e eu sem entender nada .
Afinal não estava doendo nada ...

Cheguei em casa e foi um burburinho , irmã que fala com a mãe , mãe que consulta a outra irmã enfermeira e a outra que só palpitava e me mandaram ir tomar banho e pronto e não discute.

Fui né fazer o que .
Tô com fome!

Não vai comer.

Pq não posso comer ?

Porque vamos te levar na maternidade.

Mais não tá doendo, vou fazer o que lá , incomodar o médico no plantão ?
Sobrinha vem me socorrer trás um chá com biscoito , não vou deixar ela morrer de fome . ( exagerado como eu , brigadu Bruh - só comi no dia seguinte )

Pega a mala dela e do bebê

Perai! Vê se não tem ninguém na rua que não vou pagar mico de voltar com a mala e sem bebê.

Vcs acham mesmo que é preciso?

Vc vai ligar pro Jair ?

Vou não , não é nada já , já tô de volta .

Telefone toca é Jair.

Que tá fazendo?

Nada . Indo na maternidade , tão achando que devo ir ....
Quer que eu vá pra ai?

Nem precisa , se for o caso eu te ligo.

E lá vamos nós pra maternidade, Bob , cunhadinho foi que me levou e lógico fez o caminho mais longo pra me acalmar, oi eu nem eatava ai com o que estava acontecendo - ou acalma - lo sei lá , temos duvidas ate hoje sobre isso , fez o mesmo quando foi com a filha dele ...

Chega lá , , tropa toda , mãe , irmãs e exame daqui , exame de lá e medico diz : " é quanta contração ( OI ONDE ? TÔ SENTINDO NADA ), vai nascer daqui a pouco de cesária tá , que vc não tem dilatação."

Como? Oi? Nascer ?

Não era pra ser mês que vem ?

" É mais já tá maduro ."

Oi é bebê ou mamão ?

Então tá que chegue meu reizinho .

Ligo pra marido que na época era só namorado e falo : é vem pra cá que vai nascer.

E quando era 22:25 minutos de um domingo muito frio como esta hoje , meu gatão tinha nascido , não o peguei no colo , levou ainda uns 3 dias pois ele teve alguns probleminhas respiratórios , mais me lembro como se fosse hoje que ouvi o som mais lindo do mundo , o choro que era musica pros meus ouvidos .

Ricardo - meu rei todo poderoso tinha chegado pra fazer meus dias mais lindos.

O que tenho a dizer pra ele nesse dia é que seja muito feliz que nós papi e eu estaremos sempre aqui pra matar um leão por vc se for preciso , pra protege-lo , ama-lo e fazer cada dia de sua existência mais iluminado
Ricardo eu te amo pra sempre te amo demais .


Bjs de uma mãe apaixonada.

Poderia ficar aqui escrevendo milhares de coisas sobre vc meu filho , mais acho que todo mundo já te conhece um pouco e sabe de suas Ricardisses
Oba hoje tem festa pro Ricardo de novo.

2 comentários:

Isabel Cristina disse...

OI Amabile, muita saúde e felicidades para seu Ricardo. Adorei o relato do nascimento dele! Quando chegou o dia da Ana nascer foi quase do mesmo jeito; ela nasceu uns 15 dias antes do previsto! Eu, marido e o padrasto do meu marido estávamos preparando para sair para dançar; o padrastro do meu marido era um pé de valsa e eu sempre saía junto para dançar com ele, já que fiz curso de dança de salão. Pois então, eu, com um barrigão de quase 09 meses ia sair para dançar!! Pode!? Me arrumei toda e quando ia sair espirrei e aí... desceu uma aguinha, ui, fiz xixi no chão. O padrasto do meu marido e um homem muito experiente olhou e disse, acho melhor ir para o hospital... Mas eu não sentia nada; então eu disse vamos no hospital só para tirar a dúvida, de lá vamos ao baile. Moral da história, desde aquela noite não sabia que estava dando adeus aos bailes, pelo menos por um bom tempo. Não levei mala, não levei nada, depois meu marido teve que vir correndo em casa buscar tudo, pois ela ia nascer!! Mãe de primeira viagem é muito lerdinha né? Hi hi. Acho que isto é para nos ajudar, se não sabemos quando e como vai acontecer não ficamos nervosas... acho que é isso. Beijos

Lidiane Vasconcelos disse...

Amábile

Achei o máximo a forma super bem humorada como você relatou o “caso acontecido” do nascimento do seu Ricardo. Fiquei daqui rindo sozinha, achando graça, e visualizando as cenas... ehehehe...

Muito bom! Desejo muita saúde para ele, viu? ;)

Ah! Em resposta ao que comentou no Bicha, acho que muitas de nós blogueiras temos mesmo muitas limitações com tecnologia, mas aos poucos vamos dando nosso jeito, né? ;)
Beijos

mais vistos